Mensagens e Estudos


LAÇOS DE ALMA

Laços de Alma são prisões em que nossa alma se estabelece com outras pessoas ou até mesmo objeto, ou ações. São uniões, que na maioria dos casos ocorre fora dos laços da Palavra de Deus.
Uniões são alianças, e alianças são:

Dic.: “s. f. 1. Ato ou efeito de aliar(-se). 2. Acordo, pacto (Ajuste, contrato, convenção entre duas ou mais pessoas). 3. União pelo casamento.”

Alianças representam pactos, que são associações mútuas, de perdas ou ganhos entre as partes envolvidas. Tudo o que é de alguém passa a ser de outrem.

Tomemos o exemplo do casamento:

“Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.” *Gn 2:24

O Casamento é uma ligação entre dois seres, que mais do que física (em termos sexuais), é espiritual, e de alma.

Quando a Palavra de Deus diz, que ambos se tornarão uma só carne, eles se tornarão um só espírito e uma só alma.

A união entre dois corpos que acontece no ato sexual, estabelecendo e fixando a aliança do casamento, tem muitas implicações no reino espiritual. Se o ato sexual ocorre no casamento, está debaixo da bênção do Senhor. Agora se houve ato sexual pré-conjugal, ou extraconjugal, houve uma aliança entre as almas, estabelecida no ato do sexo.

As almas vão se ligando, em uma esfera espiritual, e vão se tornando uma, como se diz na Palavra de Deus.

A Bíblia diz:

“Ou não sabeis que o que se ajunta com a meretriz, faz-se um corpo com ela? Porque serão, disse, dois numa só carne. Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito.” *I Co 6:16-17.

Se uma pessoa tem ato sexual outra, fora do casamento, ela está ligando a sua alma com alguém que não foi estabelecida nos padrões celestiais. No casamento há essa ligação de almas, só que esta está dentro de uma aliança divina, assim, abençoada por Deus.


O que constitui um Laço de Alma?

Um laço de alma é constituído na vida de uma pessoa através de Relações Sexuais Ilícitas como, fornicação, prostituição, adultério, incesto, pedofilia, masturbação, lascívia, sensualismo e toda gama de sexolatria.

Outra coisa que constitui um laço de alma é abuso e molestação sexual.

Aborto constitui laço de alma, tanto para quem pratica como para quem financia.

Traumas, choques e lembranças, podem formar laços de alma.

Palavras, ações, relacionamentos não-resolvidos, agressões, podem constituir laços de alma.

Toques, olhares e sensações podem constituir laços de alma.

Objetos podem servir de ponto de contato para constituição de laços de alma.


A Dinâmica dos Laços de Alma
Tomemos o exemplo de duas pessoas virgens. Ambas se evolvem num ato sexual. Assim a alma dos dois está ligada.

1+1=2 Duas Almas ligadas

Agora, um destes dois, pratica outra relação com outra pessoa virgem. A pessoa que pratica sexo com esta, além de se ligar com o seu parceiro sexual, se une ao antigo parceiro de seu parceiro.
Sendo assim:

1 [o virgem] + 1 [quem já teve uma relação sexual =(1+1)] = 1 [o virgem] +1 [o parceiro] +1 [o antigo parceiro de seu parceiro] =3 Então 1+2=3 Temos 3 almas.

A pessoa não se liga apenas com o seu parceiro mas com o antigo parceiro sexual de seu parceiro atual.

Assim funciona a dinâmica dos laços de alma relacionados ao ato sexual, que, as pessoas vão se unindo com as pessoas a quem praticam o sexo, e também vão “pegando” as almas de pessoas relacionadas ao passado sexual dos parceiros.

Lembrando que tudo isto num aspecto espiritual, e não místico. Não estamos falando de “fusão de almas”, nunca, mas sim de ligações, de elos, de amarras que mantêm pessoas presas umas nas outras.

Como no caso de pessoas que não liberam perdão sobre as outras, elas ficam “Amarradas”. Essas amarras são laços de alma.

Nos casos de ato sexual, o que manteve as pessoas presas umas as outras foi na certa resultado de pecados sexuais e inobservância da Palavra de Deus.

Como identificar um laço de alma

Identificamos um laço de alma na vida de alguém quando nós identificamos as áreas na vida dela que poderiam gerar laços de alma:

1. Checar área sexual (Relacionada a pecados sexuais e uniões sexuais ilícitas);
2. Checar se a pessoa não sofreu nenhum tipo de abuso sexual, físico ou emocional;
3. Checar área emocional (Relacionamentos mal-resolvidos, quando nota-se uma profunda ligação entre as pessoas no relacionamento);
4. Checar se a pessoa possui mágoas de alguém e não consegue liberar perdão;
5. Checar se a pessoa possui algum tipo de ligação exagerado com algum objeto pessoal, ou de valor sentimental;
6. Um luto muitíssimo demorado;
7. Depressão pode revelar laços de alma;
8. Alguma lembrança muito vívida na memória da pessoa como um olhar, um toque, uma situação, uma sensação;
9. Passividade e/ou falta de controle da Vontade revela algum laço de alma;
10. Relacionamento “pessoal” com entidades demoníacas.

Ministração para quebrar Laços de Alma

A pessoa deve se arrepender de ter praticado algum tipo de pecado que a tenha envolvido em um laço de alma, identificar esse pecado e pedir perdão por ter cometido o mesmo. Deve renunciá-lo.

Se o pecado ou a situação envolver pessoas, ela deve orar, com o ministrador, no sentido:

“...Em nome de Jesus, eu me arrependo de ter feito uma aliança errada com ... e agora, eu devolvo todos os pedaços da alma dessa pessoa e pego de volta os pedaços de minha alma.”

Se a pessoa tiver sido influenciada por outra pessoa ele deve liberar perdão na vida desta pessoa, e se, ela tiver influenciado, ela deve pedir perdão ao Senhor de ter cometido tal prática.
Casos como os de homossexualismo e lesbianismo sempre deixam laços de alma. A pessoa deve liberar perdão na vida de quem a influenciou e listar os nomes de seus antigos parceiros.
E de suma importância que a pessoa liste os nomes de pessoas com quem se envolveu em atos sexuais, até mesmo nos casos de homossexualismo. Nesta hora, pode acontecer algum tipo de bloqueio na memória da pessoa. Deve se orar então para a memória da pessoa ser liberada e para o Espírito Santo trazer a memória todos os nomes das pessoas envolvidas, mas se, mesmo assim, a pessoa não se lembrar, liste apenas o que forem lembrados e que ela mencione:

“...E todos os demais que não me lembro, mas que o Senhor conhece, eu os libero de minha vida de minha alma,pego de volta todos os pedaços de minha alma e devolvo os pedaços das suas almas em nome de Jesus.”

Notar-se-á uma mudança visível, quase instantânea após a ministração.
Em casos de aborto a mãe fica ligada a alma da criança e isso deve ser quebrado.


Exemplo de oração para ministração de Quebra de Laços de Alma

“Pai Santo no nome de Jesus, eu venho a ti para renunciar e rejeitar todo ato impuro que me envolvi, e que contrariou a tua Vontade, que trouxe conseqüências para minha alma.
Senhor em nome de Jesus eu quero te pedir perdão por tais práticas (LISTE AS PRÁTICAS) e em nome de Jesus eu libero perdão par todas as pessoas que me influenciaram e peço perdão por ter influenciado tais pessoas (LISTE AS PESSOAS), agora em nome de Jesus eu devolvo todos os pedaços de almas de tais pessoas e pego de volta os pedaços de minha alma. Eu passo o sangue de Jesus agora sobre a minha vida e sobre a minha alma e ministro cura sobre o meu interior.
Agora em nome de Jesus, eu me desligo plenamente de tais pessoas. Eu sou livre, e libero tais pessoas. Pois a única ligação que há é entre eu e o sangue de Jesus.
Em nome de Jesus, eu libero tais pessoas e glorifico o nome do meu Pai Celeste. Amém”.





Quer ser Inabalável? Busque a Santificação, Seja Santo!

A Mensagem trazida no culto de Domingo, sabiamente pela Irª Ileide, pessoa maravilhosa, santa de Deus foi sobre este Tema:

Quer ser Inabalável? Busque a Santificação, Seja Santo!

Isaías 6.1-8

O Capitulo 6 de Isaías começa com a narração da Visão de Isaías, que viu o Senhor no seu Alto e Sublime Trono e suas orlas que enchiam o templo... em seguida a descrição dos serafins (v2) e o Clamor dos mesmos reconhecendo a Santidade de Deus..

"Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exército; toda a terra esta cheia de Sua Glória..."(v3)

O Clamor destes foi tão veemente que o templo se abalou e os umbrais das portas se abalaram e a casa encheu-se de fumaça!! (v4)

O templo se moveu, os umbrais das portas se moveram, mas o Trono de Deus permaneceu inabalado, pois o fundamento de Deus é inabalável:

II Timóteo - 2:19
Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece inabalável e selado ...

Mas por que Deus é inabalável, por que seu fundamento é inabalável, por que seu Trono é inabalável?

Ele mesmo disse:

"...Eu, o SENHOR vosso Deus, Sou Santo...(LV 19.2 )

E os serafins reconhecem isto, por isso clamaram de forma tão forte, tão veemente:

"Santo, Santo, Santo é o Senhor toda a Terra esta cheia de sua Glória" (v3)

Sabe, temos vistos muitos equivocos no comportamento "cristão" de hoje:

- Vemos cristão declararem sem conhecimento que são miseráveis pecadores e muitos dos quais dizem que o fato de não conseguirem deixar o pecado é por que são pecadores. São pecadores e por isso pecam.

Até podemos concordar com tal afirmação, " Eu vivo pecando por que sou pecador, eu vivo na pratica do pecado por que sou pecador", porém não há como afirmar isto e dizer no final da frase, Sou pecador mas sou Filho de Deus!

Deus tem Filhos Pecadores?
Pode Deus ser Santo e ter filhos que são pecadores, que tem consciência disto e não buscam a Santificação?

LV 19.2 - Fala a toda a congregação dos filhos de Israel, e dize-lhes: Santos sereis, porque Eu, o SENHOR vosso Deus, Sou Santo.
LV 20.7 - Portanto Santificai-vos, e sede santos, pois Eu Sou o SENHOR vosso Deus.
LV 20.26 - E ser-me-eis santos, porque eu, o SENHOR, Sou Santo, e vos separei dos povos, para serdes meus.

A questão aqui não é o fato de pecar ou não, pois uma coisa é pecar, reconhecer o pecado, se arrepender, pedir perdão ao Senhor e mudar de atitude e outra é viver deliberadamente no pecado.

"... A Santidade convém à tua casa, Senhor, para sempre."Salmos 93:5

Santo ou Pecador, o que é que eu sou?

Questão de identidade.

Se eu sei quem eu sou, não preciso fazer força para me comportar. Se eu sou Santo, ainda que cometa falhas, vou reconhecê-las e buscar me limpar.

O pecador peca por que é da natureza dele.
O Filho de Deus busca a Santificação, por que é da natureza dele.

Mas como ser Santo?

"Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela ,para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra" (Efésios 5:25-26)

"Santifica-os na verdade, a Tua Palavra é a verdade."(João 17.17)

"Pois todas as coisas criadas por Deus...,... porque pela Palavra de Deus e Pela oração são santificadas." (ITm4.4,5)

Ou Seja, Deus é quem nos Santifica conforme a nossa disposição- Oração!

Foi o que fez Isaías no verso 5.

Ele reconheceu sua impureza, seu pecado! Deus olhou para o seu coração e viu arrependimento. Desejo sincero de mudança!

E o que ocorreu após isso?

Deus tem pressa em nos Santificar!

(v6) Deus enviou de pronto um serafim e este trouxe uma Brasa Viva tirada do Trono de Deus e com ela tocou na Boca de Isaías e este teve seu pecado retirado e sua iniquidade ( culpa do pecado) tirada!! (v7)

Interessante é que o serafim tocou com a Brasa Viva onde Isaías pontuou sua fraqueza, nos labios, lábios impuros!

Esta é a diferença do Santo e do Pecador, o Santo sabe onde falhou, e clama a Deus para que o perdoe e o cure em sua fraqueza. O pecador não, nem sente que esta pecando, pra ele tanto faz!

Onde é sua Fraqueza? Pontue-a e Deus o Santificará!

Isaías era Profeta de Deus, mas ainda tinha coisas que o impediam de ver ao Senhor como Ele Verdadeiramente É,então Deus o mostrou o como ELE era e com isso Isaías reconheceu quem ele realmente era, e buscou Santificação pela Oração e Súplica e foi Santificado.

Deus, depois de Santificá-lo, cuidar da pessoa dele, então o Chamou, o Convidou á Obra,e Isaías , agora Santificado, disse: Eis-me aqui, envia-me...!!(vs7 e 8).

Mais uma vez Deus prova que esta mais preocupado com quem nós somos, do que com o que fazemos. Primeiro tornou Isaías Santo, depois o enviou!

Santo ou pecador, o que é que você é?

Muitos até nos consideram altivos ou arrogantes por colocarmos estes questionamentos a Igreja.

Se você quer viver em "crenturia" (mundinho dos crentes conformados) para sempre, continue dizendo que é um crente pecador miserável e continue pecando.
Mas se quiser Viver em Cristo de fato e de verdade, e ser Testemunha do Amor de Deus, no mundo, onde os pecadores estão, seja Santo, Busque a Santificação!!

"Segui a paz com todos e a Santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”
(Hb 12.14)

Quer Viver Inabalável? Seja Santo!
Quer ver a Deus? Seja Santo!
Quer ser usado por Deus? Seja Santo!
Quer ser Feliz e Realizado? Seja Santo!

...O Fruto da Santidade é a Justiça...

Pra.Yoná Matiello - Rede Internacional de Oração. R.I.O




VENCENDO AS FORÇAS QUE LUTAM CONTRA NÓS!



Texto base. Ef 6:12a Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal...

Introdução. A guerra mais importante e impressionante acontece dentro de cada pessoa, pois do resultado desta guerra interior é que surgem as decisões e as ações. Analisando o comportamento humano no que diz respeito a vitórias e derrotas é oportuno lembrar de Michael Jackson. Ele escreveu muitas músicas lindas que agregaram valor a sociedade mundial, entre elas, podemos destacar “we are the world” que arrecadou 100 milhões de dólares para a áfrica. Em outra música chamada “heal the world” Michael escreve que precisamos curar o mundo e torná-lo em um lugar melhor para toda a raça humana. Michael venceu na carreira e é considerado o maior astro pop de todos os tempos, mas não conseguiu vencer a força da rejeição e maus tratos do pai. Ele teve um final melancólico envolvendo drogas anestésicas que serviam para aliviar a dor emocional e psicológica. Assim como este artista, muitas pessoas têm boas intenções e conseguem fazer grandes coisas de grande impacto. Conseguem vencer na carreira profissional, conseguem ter grande resultado financeiro, conseguem admiração de muitos, vencem inúmeras batalhas na vida, mas perdem as batalhas pessoais e não sabem lidar com as forças que lutam contra elas no seu íntimo. Quais são algumas forças que lutam contra nós? Como podemos nos prevenir a fim de não perdermos a luta invisível em nossa alma e emoção?

1-Vencendo as forças que lutam na nossa emoção. Pv 4:23 Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida. A bíblia nos orienta a termos maior cuidado com o coração do que qualquer outra coisa. A batalha mais difícil de vencer é aquela travada dentro de nós, pois é invisível e não temos parâmetros claros para avaliar como de fato está o nosso coração em relação a estas lutas. As guerras da alma acontecem através de forças que influenciam nossa emoção, sentimento e alteração de humor. Forças que potencializam a ira, a depressão, o ódio, a amargura, o desprezo por alguém, a culpa, o medo ou pânico e até mesmo uma paixão errada. Guardar o coração implica em estar atento ao que acontece nas nossas emoções e sentimentos percebendo o porquê de nossas decisões.

2-Vencendo as forças que lutam em nossas famílias e relacionamentos. Jr 31:29 Quando esse tempo chegar, o povo não dirá mais: Os pais comeram uvas verdes, mas foram os dentes dos filhos que ficaram ásperos. Deus está falando de dois tempos diferentes neste contexto. O primeiro tempo é aquele em que os atos espirituais dos pais prejudicam os filhos e num segundo tempo isto não aconteceria mais. O que diferencia um tempo de outro? É o fato da aliança. Jr 31:31 O SENHOR Deus diz: Está chegando o tempo em que farei uma nova aliança com o povo de Israel e com o povo de Judá. Para vencermos as forças espirituais que lutam para desestruturar a família é preciso viver em aliança com Deus e com sua palavra em todas as áreas da vida. Estas forças lutam contra o bem estar da família levando a repetição de quadros problemáticos. Estas forças podem ser chamadas de espíritos familiares. Elas trabalham para fazer repetir em várias gerações os problemas, maldições, tendências erradas, doenças, separações, rejeições, mortes prematuras e assim vão se fortalecendo a cada geração para causar ainda mais dano. Pais que não têm aliança de salvação com Jesus estão contribuindo para que os filhos sejam vítimas dos mesmos problemas familiares que acompanhou durante a vida. Fazer aliança com Jesus colocando debaixo da sua graça cada área da vida mediante libertação, cura emocional, oração e obediência fará com que os filhos sejam protegidos da colheita ruim que a família plantou, impede que os dentes dos filhos se estraguem por causa dos pais.

3-Vencendo as forças que lutam contra mim. Gn 4:7 Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo. Não é Deus e nem outra pessoa, sou eu que tenho que vencer a luta contra estas forças. A resposta de Deus para Caim foi “Cabe a ti dominar”. Há lutas que só eu posso vencer! A ação do outro, a oração do outro, ou mesmo, o desejo de Deus não são tão determinantes. Deus queria tanto que Caim não matasse Abel que foi conversar pessoalmente dando dicas para a vitória sobre estas forças espirituais do mal na família, porém, ele se entregou a raiva e ao desejo de vingança e foi vencido. Se eu guardo em meu coração desejo de vingança, amargura, ódio, ressentimento, desejos errados, ignorância a respeito dos problemas espirituais familiares, estou facilitando o trabalho das forças espirituais que lutam contra mim.

4-Vencendo as forças que lutam para me enganar a respeito do caminho certo. 2Co 11:13-14 Aqueles homens são apóstolos falsos e não verdadeiros. Eles mentem a respeito dos seus trabalhos e se disfarçam, apresentando-se como verdadeiros apóstolos de Cristo. E isso não é de admirar, pois até Satanás pode se disfarçar e ficar parecendo um anjo de luz. Graças a Deus vivemos em uma sociedade com liberdade de expressão e liberdade religiosa, porém precisamos de discernimento espiritual e conhecimento bíblico mais do que nunca. Estão surgindo religiões misturadas com muitos conceitos diferentes. Há um monte de religiões que tem em seu nome palavras como igreja, cristã, evangélica, comunidade, entre outras, porém está longe da saúde do puro evangelho de Cristo. Quando uma pessoa não consegue discernir o caminho certo a respeito do evangelho de Cristo e não vence as forças espirituais que querem enganá-la, toda a luta contra forças espirituais em outras áreas se torna irrelevante. Nossa luta contra as forças espirituais só é legítima quando temos uma saúde espiritual muito boa, quando conhecemos a vontade de Deus e agimos dentro de seus princípios.

Conclusão. Na carta escrita aos efésios, o apóstolo Paulo ensina como alguém pode vencer esta luta contra as forças do mal. Efésios 6:12-18. Leia esta passagem e compartilhe lições que você aprendeu sobre a luta espiritual.
Min. Tadeu Matiello
RIO - Rede Internacional de Oraçao


 O LENÇOL SUJO



Um casal, recém casados, mudou-se para um bairro muito tranquilo.
Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou através da janela em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:
- Que lençóis sujos ela está pendurando no varal!
Provavelmente está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
O marido observou calado.
Alguns dias depois, novamente, durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher comentou com o marido:
- Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.
Passado um mês a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis brancos, alvissimamente brancos, sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido:
- Veja ! Ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha ensinou !? Porque , não fui eu que a ensinei.
O marido calmamente respondeu:
- Não, é que hoje eu levantei mais cedo e lavei os vidros da nossa janela!
E assim é.
Tudo depende da janela através da qual observamos os fatos.
Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações.
Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos.
Só assim poderemos ter real noção do real valor de nossos amigos.
Lave sua vidraça.
Abra sua janela.
"Tire primeiro a trave do seu olho, e então verás claramente para tirar o cisco do olho do teu irmão" (Mateus 7:5)
Deus te abençoe !
Min. Tadeu Matiello



ATENDA À PORTA

Leia Lucas 19.1-10

Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha
voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele,
e ele, comigo. Apocalipse 3.20
Muitas portas se fecharam para Jesus ao longo de Sua
vida. O dono da hospedaria em Belém fechou a primeira
porta, antes mesmo de Jesus nascer. Em outra ocasião,
os que levaram Jesus até o sumo sacerdote para ser
julgado fecharam outra porta. Em ambos os casos, as
portas se fecharam porque Jesus representava uma ameaça.
No entanto, outras portas se abriram nas casas de
Zaqueu, de Mateus, de Pedro e de Marta. Quando Jesus
entrou em tais casas, pessoas foram transformadas.
Elas se tornaram seguidoras e proclamadoras da Sua
mensagem, e receberam muitas bênçãos, das quais deram testemunho.
Hoje Jesus continua a bater à porta do nosso coração.
Ele vem para entrar pela primeira vez, para renovar
Sua presença ou para um novo encontro, pois por vezes
O deixamos de fora. Quando permitimos que Ele entre e
juntos partimos o pão, Jesus se faz conhecer a nós
como se fez aos discípulos na estrada de Emaús (veja
Lucas 24.13-35).
Oração: Entra, Cristo Jesus, em minha vida e em meu
coração. Não há vida sem a Tua presença. Amém.



 ************

COMENTÁRIO SOBRE CURA DA ALMA.

Uma psicóloga americana descobriu muito tardiamente o que a bíblia já nos falava a mais de 2mil anos atrás, pelo Rei Davi.
Por causa de tua ira todo o meu corpo está doente; não há saúde nos meus ossos por causa do meu pecado. Salmos 38:3
Segundo a psicóloga americana Louise L.Hay, todas as doenças que temos são criadas por nós. Afirma ela, que somos 100% responsáveis por tudo de ruim que acontece no nosso organismo.
Todas as doenças tem origem num estado de não-perdão, diz a psicóloga americana Louise L. Hay.
Sempre que estamos doentes, necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar. Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais.
Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve.
Perdão, perdoar dissolve o ressentimento, diz ela.
A seguir, você vai conhecer uma relação de algumas doenças e suas prováveis causas, elaboradas pela psicóloga Louise. Reflita, vale a pena tentar evitá-las:

*AMIGDALITE: Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
*ANOREXIA: Ódio ao externo de si mesmo.
*APENDICITE: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
*ARTERIOSCLEROSE: Resistência. Recusa em ver o bem.
*ARTRITE: Crítica conservada por longo tempo.
*ASMA: Sentimento contido, choro reprimido.
*BRONQUITE: Ambiente família inflamado. Gritos, discussões.
*CÂNCER: Magoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo.
*COLESTEROL: Medo de aceitar a alegria.
*DERRAME: Resistência. Rejeição a vida.
*DIABETES: Tristeza profunda.
*DIARRÉIA: Medo, rejeição, fuga.
*DOR DE CABEÇA: Autocrítica, falta de autovalorização.
*ENXAQUECA: Medos sexuais. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
*FIBROMAS: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro.
*FRIGIDEZ: Medo. Negação do prazer.
*GASTRITE: Incerteza profunda. Sensação de condenação.
*HEMORRÓIDAS: Medo de prazos determinados. Raiva do passado.
*HEPATITE: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
*INSÔNIA: Medo, culpa.
*LABIRINTITE: Medo de não estar no controle.
*MENINGITE: Tumulto interior. Falta de apoio.
*NÓDULOS: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
*PELE (ACNE): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
*PNEUMONIA: Desespero. Cansaço da vida.
*PRESSÃO ALTA: Problema emocional duradouro não resolvido.
*PRISÃO DE VENTRE: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente.
*PULMÕES: Medo de absorver a vida.
*QUISTOS: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
*RESFRIADOS: Confusão mental, desordem, mágoas.
*REUMATISMO: Sentir-se vitima. Falta de amor. Amargura.
*RINITE ALÉRGICA: Congestão emocional. Culpa, crença em perseguição.
*RINS: Crítica, desapontamento, fracasso.
*SINUSITE: Irritação com pessoa próxima.
*TIREOÍDE: Humilhação.
*TUMORES: Alimentar mágoas. Acumular remorsos.
*ÚLCERAS: Medo. Crença de não ser bom o bastante.
*VARIZES: Desencorajamento. Sentir-se sobrecarregado.

Davi nos dá a direção pra resolvermos todos estes problemas.
Primeiro: Reconhecer o estado de pecador
Segundo: Não encobrir, trazer a luz
Terceiro: Confessar
Quarto: Abandonar
Salmos 32.5

Se você parar um pouco mais para ler a Bíblia saberá que Deus tem bênçãos sem fim pra sua vida.
Examinai as escrituras porque cuidais nela ter a vida eterna? Jo. 5.39
O problema se centraliza no versículo 40, mas não querem vir a Jesus para terem a vida eterna.
Para que haja a cura de sua alma você precisa se submeter a Deus e a sua palavra.
Se hoje vocês ouvirem a sua voz, não endureçam o coração,Heb.3.15,se mostre atento a sua voz, abra seu coração confesse seu pecado,abandone e encontre vida,vida em abundancia ou abundancia de vida,”Se quiserdes, e obedecerdes, comereis o bem desta terra”.Is.1.19 Note que a palavra nos chama a atenção de que todas esta benção estarão a nossa disposição se quisermos.Depende da minha atitude mais qdo que a vontade de Deus nos abençoar.E ele quer nos abençoar.





OS CINCO MINISTÉRIOS.

Onde estão os cinco ministérios dentro da igreja? Sabe, eu fico observando algumas congregações e consigo perceber a existência das cinco funções em muitas delas. O único problema é que, na maioria das vezes, as pessoas não sabem que ali está um evangelista, um profeta ou um mestre, e nem mesmo aqueles que o são sabem disso. Há muitos homens e mulheres com Pr. na frente de seus nomes, o que não condiz com suas reais funções no corpo. Tenho visto muitos Prs. apóstolos, Prs. profetas, Prs. mestres, Prs. evangelistas e, é claro, Prs. pastores de verdade. É impressionante como essa pequena abreviatura pode esconder e abafar tanto algumas das funções na igreja.

Tenho pesquisado nas Escrituras e até agora não encontrei uma passagem que diga que a igreja tem que ser basicamente pastoral, no sentido de que todo o funcionamento do corpo parte desse ministério. Isso seria uma sobrecarga ao verdadeiro pastor. Para isso existem os ministérios. É claro que o pastor é essencial, mas eu creio que a igreja só se move em triunfo com o pleno funcionamento dos cinco ministérios. Respeito e entendo completamente a autoridade pastoral. As Escrituras deixam bem claras as orientações aos pastores da igreja. Leia Hb 13:17 e 1Pe 5:2. Portanto, não é a submissão que eu estou discutindo aqui. Isso é indiscutível. Há pouco tempo, escutei testemunhos tremendos de irmãos que vivem isso em suas congregações. O resultado é sempre o mesmo: poder de Deus na igreja. Hoje em dia, é possível receber o famoso “Pr.” na frente do nosso nome através de cursos via Internet. É verdade. Veja bem, é importante entender que os cinco ministérios, na verdade, se resumem no ministério de Jesus. Quando perguntarem qual é o seu ministério? É certo dizer que é o ministério de Jesus. Nosso Senhor foi um apóstolo ao fundamentar a verdade, enviar Seus discípulos e ser enviado por Deus com base nesse fundamento. Ele foi um profeta ao liberar a voz de Jeová para o povo de Israel. Ele foi um mestre ao ensinar acerca das Escrituras no templo ou no monte das Oliveiras. Ele foi um evangelista ao realizar sinais e maravilhas que apontavam para Ele como Messias, salvando a muitos. E, finalmente, Ele foi um pastor ao amar e cuidar de Suas ovelhas, alimentado-os e servindo-os. Jesus foi tudo isso e muito mais. Também é importante ressaltar que há outras funções dentro da igreja, além dessas cinco. Por exemplo, há o diácono, que é aquele que está sempre pronto para o serviço, seja ele qual for. Eles são tesoureiros, porteiros, zeladores, etc. Não importa. Eles amam servir a igreja e, com isso, a Deus. Leia Atos 6 e conheça a vida de Estevão. Há os intercessores, que são aqueles que se levantam em oração e guerreiam no mundo espiritual, intercedendo pelo “povo”. Eu creio que podemos englobar também o ministério de louvor (música, dança, artes, etc.). Apesar de muitos não acharem uma base bíblica concisa para o ministério de louvor, eu entendo ele como uma das funções dos levitas. Podem haver músicos (dançarinos, etc.) profetas ou evangelistas, sim. Porém, há também aqueles que se dedicarão somente ao louvor na casa do Senhor. Pra mim, é uma função. Um ministério. Com certeza, há outras áreas que não cabem ser analisadas nesse estudo. Portanto, é importante entender que nem todos são apóstolos, profetas, mestres, evangelistas ou pastores. Todos são sacerdotes, sim. Porém, com funções diferentes, não classificadas hierarquicamente.

Agora, é fundamental que esses cinco ministérios sejam atuantes dentro da igreja. Vamos discorrer um pouco sobre cada um, sem nos aprofundarmos muito.

PASTOR
Quantos pastores (com Pr.) há no mundo? Talvez milhões. Com certeza, necessitamos de muitos pastores para apascentar o grande número de ovelhas. O problema aqui é que muitos Prs. não são pastores, e muitos que não tem um Pr. na frente do nome, são. Resumidamente, o pastor é aquele que cuida da ovelha. Ele visita, ajuda nos problemas, ele conhece a cada um, aconselha e exorta. Tudo isso em um âmbito pessoal e sentimental relacionando suas vidas com Deus e seus caminhos de amor. Dentro de uma congregação podemos ter um pastor-presidente. No entanto, cada líder que cuida de um determinado grupo e recebe um chamado divino para ser responsável por ele, para cuidar de seus membros com um amor sobrenatural, também é um pastor. Porém nem todo líder é pastor. Compreende? Com isso, concluímos que há pastores de pastores. Não vejo nenhum problema nisso. É só olharmos para Jesus. Ele é pastor de pastores. Na verdade, Ele é o pastor de todos. O ministério pastoral precisa estar submetido a essa verdade absoluta. Isso afirma que, na verdade, nenhum de nossos pastores são donos das ovelhas que apascentam. Jesus é o dono.

MESTRE
Com certeza, a função do mestre é a de mais fácil compreensão dentre as cinco. O mestre conhece profundamente as Escrituras e tem o dom de Deus para ensiná-las de maneira perfeita e clara. Muitas vezes o mestre poderá explicar uma mensagem de um profeta, com base nas Escrituras, esclarecendo a profecia à luz da Palavra. Muitos de nossos Prs. são mestres. Isso fica claro quando abrem a boca para pregar. Conseqüentemente, podemos observar que ele não é muito bom em cuidar das ovelhas, porque sente uma forte necessidade de estudar e ler em busca do conhecimento que vem do Senhor.

EVANGELISTA
Esses homens atraem multidões, pois são canais para sinais e maravilhas da parte de Deus. Muitas vezes esse ministério é relacionado com aquele que evangeliza. Porém, não é somente isso. Todos têm que evangelizar, e é claro que o evangelista evangeliza. No entanto, ele o faz com um amor sobrenatural pelas almas perdidas e conforme vai crescendo nesse amor e em fé, Deus começa a usá-lo como canal de milagres, atraindo a muitos. Muitos avivalistas de hoje são evangelistas. Como os mestres, há muitos desses que recebem um Pr. na frente de seus nomes, mas não são pastores. Eles nunca têm horário livre em suas agendas para atender as suas “ovelhas” de maneira adequada. Para que então ter esse Pr.?

PROFETA
Esse é o ministério mais badalado dos últimos anos. O ministério profético está sendo restaurado na igreja do Senhor. Glória a Deus! O profeta é aquele que anda com Deus e traz a direção ao “povo”. Ele aponta, não conduz. Geralmente, os profetas tendem a ser estranhos e se destacam entre os outros ministros. Isso porque a constante comunhão com a glória do Senhor transforma radicalmente a sua maneira de pensar e agir. O profeta consola, encoraja e exorta, não representando a sua pessoa, mas a Deus. Ele olha para a congregação como um todo e a coloca dentro da igreja da cidade e do mundo. Não confundir ministério profético com profecia. Todos podem profetizar, mas isso não faz da pessoa um profeta. Isso serve para todos os ministérios. Todos podem ensinar, mas isso não faz da pessoa um mestre. Percebe?

APÓSTOLO
Onde está o apóstolo nos dias de hoje? Eles foram apenas os doze? Nada disso. O apóstolo é aquele que traz os fundamentos para a igreja. Ele ajusta a “falsa doutrina” com a verdade que há em Cristo. Há muitos Prs. que na verdade são apóstolos. Geralmente, esses homens têm uma visão ampliada do reino de Deus implantado na Terra. Eles enviam pessoas e são enviados por Deus para fundamentar a igreja através das verdades e princípios bíblicos. Eles ajudam a restaurar esse fundamento. Nós estamos passando do pastoral para o apostólico nesse tempo. Aleluia! O apóstolo sempre olha para a base. Ele se preocupa com que a casa fique firme e não caia. Ele ajusta todas as mensagens a esses fundamentos básicos, que nada mais são do que as verdades de Deus.

OBS: MISSIONÁRIOS
Esse, com certeza, não é um dos cinco ministérios. Veja, Paulo foi um apóstolo e também missionário. Pode parecer redundante, mas o missionário é aquele que tem uma missão. De uma maneira abrangente, vemos que todos temos uma missão. No entanto, ao avaliarmos aqueles que são chamados de missionários hoje em dia, vemos um outro problema de títulos. Muitos missionários são apóstolos, evangelistas, etc. É claro que há aqueles que realmente são chamados para irem e levarem as Boas-Novas aos países distantes. São homens e mulheres de coragem, mas são tão missionários quanto eu e você. No entanto, podemos aplicar esse título dessa maneira. já que fica mais clara e destacada a sua missão.

Percebe, o importante aqui não é o título. Primeiro, é importante entender que Deus nos chamou antes mesmo de nascermos. Busque entender isso. Segundo, precisamos ter consciência do que somos no reino de Deus nesse momento, mesmo que os outros não saibam realmente. Seu ministério não precisa ser anunciado aos quatro cantos da Terra. Você precisa apenas exercê-lo. Deixe Deus fazer o resto. Agora, um verdadeiro mestre não poderá exercer seu ministério com plenitude se ele tem obrigações de pastor sem que esse seja o seu chamado. O mesmo de aplica ao profeta, evangelista e todas as relações possíveis entre os chamados específicos de Deus. No entanto, um mestre pode profetizar e um apóstolo pode realizar sinais e maravilhas, atraindo a muitos. Em alguns casos, uma pessoa pode ser usada em mais de um dos ministérios. Isso é possível. Porém, mesmo assim, um dos dois irá se sobrepor ao outro no coração dessa pessoa, e de Deus. Há uma linha em que, na verdade, os cinco ministérios foram derramados como um todo sobre a igreja (corpo) e por isso não há mais um ministério apostólico/profético, individual. Eu entendo que isso é uma meia verdade. Através do Espírito Santo, podemos sim profetizar, ensinar, realizar milagres, cuidar de ovelhas e reivindicar os princípios divinos. Porém, há uma especificação da parte do Senhor para que haja um pleno funcionamento dessas funções através do indivíduo. No mais, é essencial entender que os ministérios atuam em conjunto. Eles não sobrevivem sozinhos, mas necessitam uns dos outros. Também acho possível que uma pessoa inicie com um ministério pastoral e depois seja chamada para ser profeta ou apóstolo. Isso também é possível, mas a pessoa tem que estar atenta para entender a voz de Deus. Quem chama é o Senhor. Não vise nenhum ministério. Você vai reconhecer a voz Dele. Deus te chama para ser obediente e humilde. Nada mais. Lembre-se, a obra é Dele.

De acordo com um estudo da Christie Tristão sobre ministério, vemos que ele tem três propósitos: servir a Deus, servir à igreja e servir no mundo .

O ministro (seja qual for a sua função) precisa atender os seguintes requisitos: integridade, humildade, longanimidade, suportar ao outro, mansidão, viver em unidade e amor, santidade, retidão, pureza, ter amor à palavra e viver cheio do Espírito . 
Leia Efésios 4







O Evangelho do Reino


           
Vamos ler o seguinte texto escrito por Paulo, o apóstolo, na carta aos gálatas:

Gl 1:6-9
“Estou admirado de que tão depressa estejais desertando daquele que vos chamou na graça de Cristo, para outro evangelho, o qual não é outro; senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema. Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema”.

Afinal de contas, existe outro evangelho?

Parece que sim. Desde o início da Igreja começaram a ser pregados outros evangelhos, que Jesus não pregou nem os apóstolos pregaram ( distorções ). E hoje em dia isto não é diferente. É só olharmos para a igreja de hoje, muitos homens, muitas doutrinas, muitas palavras etc. Antigamente, usava-se muito a palavra crente referindo-se aos cristãos, e era sinônimo de seriedade, honestidade e integridade. Hoje, o nome mais comum é evangélico, entretanto, não carrega sobre o si o testemunho de outrora, existe até a terrível expressão de "evangélico praticante" nas bocas das pessoas.

·      Em Mt 28:18-20, depois que Jesus fez toda a sua obra, vivendo, morrendo e ressuscitando, Ele parece que conclui tudo isto no final do evangelho dando a grande comissão aos discípulos.
·      O livro de ATOS dos apóstolos nos mostra o cumprimento da ordem dada por Jesus. As cartas escritas no novo testamento são lembranças e exortações para esclarecer o ensino de Jesus às Igrejas.
·      livro de Apocalipse nos mostra "a consumação do século".

Ø O que Jesus pregou ?  O que os apóstolos pregaram ?

Jesus não disse: "Ide, fazei reuniões [, construções, escolas, discipulado, ...]". Disse: "Fazei discípulos!".

·      O que é um discípulo para Jesus?
·      Qual a mensagem que produz discípulos?

Antes de responder a estas perguntas, é importante dizer que a palavra discípulo é a mesma coisa que santo, crente, cristão, convertido, entre outras. Entretanto, a palavra crente, por exemplo, aparece 16 vezes no N.T., enquanto que a palavra discípulo aparece 260 vezes.






Mt 13:13:3-9;19-23

·      Quando observamos a parábola do semeador, verificamos que existem 4 tipos de solo, mas quantas sementes? - Somente 1 (uma) semente foi semeada.
·      Quem é o semeador? - Jesus
·      Qual é a semente? - A palavra do Reino
·      Quem semeia pensa na colheita. Jesus, pensando na colheita que agradaria ao coração do Pai, semeia uma semente específica
·      A Igreja do N.T. é a colheita da semeadura dos apóstolos. Compare a Igreja do 1o. século com a Igreja hoje. Existe alguma diferença? Por que a colheita está diferente da Igreja primitiva? - Por causa da semente.


Ø Jesus semeava a palavra do Reino :

Mt 4:23
“E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino, e curando todas as doenças e enfermidades entre o povo”.

Mt 9:35
“E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino, e curando toda sorte de doenças e enfermidades”.

Mt 24:14
“E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim”.

Lc 4:43
“Ele, porém, lhes disse: É necessário que também às outras cidades eu anuncie o evangelho do reino de Deus; porque para isso é que fui enviado”.

Lc 8:1
“Logo depois disso, andava Jesus de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e iam com ele os doze”

Lc 16:16
“A lei e os profetas vigoraram até João; desde então é anunciado o evangelho do reino de Deus, e todo homem forceja por entrar nele”.

At 8:12
“Mas, quando creram em Filipe, que lhes pregava acerca do reino de Deus e do nome de Jesus, batizavam-se homens e mulheres”.

At 19:8
“Paulo, entrando na sinagoga, falou ousadamente por espaço de três meses, discutindo e persuadindo acerca do reino de Deus”.


At 20:25
“E eis agora, sei que nenhum de vós, por entre os quais passei pregando o reino de Deus, jamais tornará a ver o meu rosto”.

At 28:23
“Havendo-lhe eles marcado um dia, muitos foram ter com ele à sua morada, aos quais desde a manhã até a noite explicava com bom testemunho o reino de Deus e procurava persuadi-los acerca de Jesus, tanto pela lei de Moisés como pelos profetas”.

At 28:30-31
“E morou dois anos inteiros na casa que alugara, e recebia a todos os que o visitavam,  pregando o reino de Deus e ensinando as coisas concernentes ao Senhor Jesus Cristo, com toda a liberdade, sem impedimento algum”.

Esta era a semente.  Quando Jesus inicia seu ministério ele diz
Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus. Mt 3:2


Nós vivemos num planeta enfermo:
·      Há uma doença pior que o câncer, que a AIDS  : O Pecado
·      Há um remédio que Jesus trouxe para o pecado : O Evangelho do Reino


Rm 5:12
“Portanto, assim como por um só homem ( Adão ) entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram”

Em Gênesis 3:1-17 vemos como esta doença entrou na raça humana:

“Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais do campo, que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? Respondeu a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais. Disse a serpente à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal. Então, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, comeu, e deu a seu marido, e ele também comeu. Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; pelo que coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais”.

·      O homem tinha comunhão perfeita com Deus
·      Relacionamento, alegria, sem preocupações, abundância.
·      O que o diabo ofereceu ? à Entendimento
·      Arriscaram tudo e desobedeceram pela oportunidade de viver por conta própria.
·      Eu vou ser o meu deus. à Independência de Deus

Ao pecar o homem se tornou independente e por isso inútil para o propósito de Deus.

Ø O pecado não é o que o homem faz, é uma atitude interior, um principio de vida interior de independência de Deus. ( Eu sou dono do meu nariz, ninguém manda na minha vida )

Há uma diferença entre pecado e pecados:

Pecado ( Atitude )
Pecados ( Atos )
Atitude interior de amar a sua independência ( gostar de ser senhor de si mesmo )
Rebeldia, inveja, inimizades, desobediência, adultério, vícios, mentira, etc.

Ø Fábrica de pecados à Independência de Deus

Não é preciso fazer força para pecar, é natural.
A desobediência de Adão foi um fruto de sua rebelião interior


Jesus trouxe o remédio para o pecado : O Evangelho do Reino.

Ø O REINO que Jesus semeou é o FIM DA INDEPENDÊNCIA! Deixo de ser o dono da minha vida e Cristo Reina.

Arrependimento è Deixo de ser independente e passo a ser dependente de Deus






Ø O Homem está perdido porque é rebelde, independente de Deus.

Conversão não é cortar galhos (pecados/atos), mas a raiz (pecado/atitude). Abandonar a independência. Mesmo que podemos os galhos, se não houver mudança de atitude eles voltam a brotar. ( continua sendo rebelde )



A morte de Jesus é uma parte do evangelho, mas existe mais. Depois da queda, a natureza do homem ficou estragada, podre (Rm 3:12).

·      Evangelho pregado hoje - aceite Jesus ...
·      Evangelho do Reino - Jesus, me aceite...

Muitas das pregações dos apóstolos falam da morte Jesus. Mas todas falam da ressurreição. Ela aponta, mostra que Jesus é o MESSIAS, o REI, que veio para ser o Senhor e Dono. Rm 14:9

At 2:38 - Arrepender (metanóia no original grego) significa mudança de rumo, mudança de atitude interior. Deixo de ser independente. Passo a ser dependente de Deus.

Mensagem de Jesus para os apóstolos: SEGUE-ME! Mc 8:34,35; Lc 14:33
Arrepender não é abandonar alguns pecados. É morrer para a minha vontade para fazer (e não para falar) a vontade do Pai.

O Evangelho do Reino não foi estabelecido para a salvar o homem, mas para agradar a Deus e colocar Jesus como Rei.

Ø Jesus à Kyrios à Senhor  ( Dono+Governante supremo+Máxima autoridade+etc)

A mensagem JESUS É O SENHOR é muito pregada e cantada na igreja hoje, mas não tem muito significado, ou é apenas um desejo, um alvo a ser atingido algum dia.

Quando uma pessoa é salva, ela entra para o reino de Deus e está debaixo do governo de Jesus Cristo. Ela é salva da sua independência para ser dependente de Jesus.

O senhorio de Jesus não é uma opção para ser salvo, é uma condição.

Mt 16:24
“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me”.

Não podemos prometer a vida eterna para alguém que não foi tocado no seu ego ( no seu eu ) e continua independente de Jesus.

Mc 10:17-22
“Ora, ao sair para se pôr a caminho, correu para ele um homem, o qual se ajoelhou diante dele e lhe perguntou: Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? ninguém é bom, senão um que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho; a ninguém defraudarás; honra a teu pai e a tua mãe. Ele, porém, lhe replicou: Mestre, tudo isso tenho guardado desde a minha juventude. E Jesus, olhando para ele, o amou e lhe disse: Uma coisa te falta; vai vende tudo quanto tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, segue-me. Mas ele, pesaroso desta palavra, retirou-se triste, porque possuía muitos bens”.

·      Era dono , possuía ...
·      O Deus dele eram suas posses. Seu coração estava nelas.

Lc 19:1-10
“Tendo Jesus entrado em Jericó, ia atravessando a cidade. Havia ali um homem chamado Zaqueu, o qual era chefe de publicanos e era rico. Este procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, porque era de pequena estatura. E correndo adiante, subiu a um sicômoro a fim de vê-lo, porque havia de passar por ali. Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa; porque importa que eu fique hoje em tua casa. Desceu, pois, a toda a pressa, e o recebeu com alegria. Ao verem isso, todos murmuravam, dizendo: Entrou para ser hóspede de um homem pecador. Zaqueu, porém, levantando-se, disse ao Senhor: Eis aqui, Senhor, dou aos pobres metade dos meus bens; e se em alguma coisa tenho defraudado alguém, eu lho restituo quadruplicado. Disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, porquanto também este é filho de Abraão. Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido”.

·      Era rico, proeminente.
·      Subiu numa árvore para ver.
·      Jesus manda e ele obedece sem questionar nada. Recebeu Jesus com alegria.
·      Ele se despojou de seus bens sem que Jesus tocasse no assunto.
·      Entendeu o que era ter Jesus como Senhor. Deixou de ser independente.

Ø A renúncia é uma condição para se converter.
(Ex.: A porta estreita - não existe a porta media)

Nem Jesus nem os apóstolos usavam aquela famosa frase :

“Quem quer aceitar Jesus como seu salvador ?”   e sim :
“Negue-se a si mesmo. Renuncie a tudo, inclusive a você”

Ø Eles pregavam uma submissão incondicional a Jesus..



Se  alguém  quer  ser  agradado,   mas  não se está querendo agradar ao Rei, vai ler Mt 11:28  "vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei", sem ler o próximo versículo -29  : "tomais sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para vossas almas".

Qual era o jugo de Jesus? Fazer a vontade do Pai.


1Jo 1:9 "se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça", sem começar do versículo 7 : "se andarmos na luz como Ele está na luz, temos comunhão uns com os outros e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado". onde andar na luz significa uma vida transparente diante de Deus e dos irmãos, porque Deus estabeleceu a Igreja como meio para a cura e tratamento do caráter do discípulo de Jesus.

Por que quando Jesus ia transformar pedra em pão seria pecado (Lc 4:3), mas transformou água em vinho (bebida alcoólica, mesmo: Jo 2:10) e não era pecado? - Pecado é não fazer o que agrada a Deus. Até o bem pode ser pecado, se Deus não mandou fazer.

 



Evangelho das Ofertas:
Evangelho do Reino:

A pregação de todas as promessas e bênçãos de Deus sem as demandas (as exigências e condições) do reino colocadas por Jesus, o 5º Evangelho segundo os santos evangelhos, ou seja somente os textos sublinhados. Ex.:
Lc 12.32 ð promessa
Lc 12.33 ð demanda
Mt 11.28 ð promessa
Mt 11.29 ð demanda
Existem promessas, mas também existem condições, exigências. Crer sem obedecer é ter uma fé morta, inoperante: vinde a mim não tem valor sem tomai o meu jugo. Ex.:
Mt 4.23
Mt 9.35
Lc 14.33 (ver o jovem rico)
At 28.31
Mc 8.34-36

O homem e a felicidade do homem é o centro da mensagem. O evangelho das ofertas impõe condições à Deus para o servi-lo.
Jesus, sua vontade, sua autoridade e seu reino é o centro da mensagem. O homem deve buscar a Deus e sua vontade. A felicidade é um subproduto (uma conseqüência) Rm 12.1-2.
Deus não é Senhor é um servo a serviço do homem.
Deus é Senhor e nós somos os servos.

Condição para ser salvo: aceitar a Jesus Cristo como o seu salvador.
Condição para sermos salvo: submeter ao senhorio de Cristo. Hb. 5.9 ; At 2.38 ; Mt. 7.21-23.

Conversão sem compromisso.
Conversão com as condições para ser um discípulo. Lc. 14.26,27.

Consagração (dedicação total da vida a Deus) é um passo opcional e progressivo depois da conversão.
Consagração é conversão, conversão é consagração Lc 9.57-62

O Reino é no futuro, na 2º vinda de Cristo.
O Reino é presente e futuro. Cl 1.13.

O reino é no céu.
O reino é o governo de Deus em nossas vidas: Aqui e Agora Mt 6.10







·      Qual evangelho vivemos?   Que semente estamos plantando?  Que o Espírito Santo nos dê graça e coragem para viver e proclamar o evangelho que Jesus nos trouxe. Amém!

PODER EM NOSSAS PALAVRAS
Texto: Lucas 18:41 “dizendo: Que queres que te faça? E ele disse: Senhor, que eu veja”.
INTRODUÇÃO:
Para um pedido tão direto e objetivo, a resposta de Jesus não poderia ser menos direta e objetiva: “E Jesus lhe disse: Vê; a tua fé te salvou” – (v 42). O relacionamento que o Senhor quer conosco é exatamente assim, direto e objetivo. O que atrapalha a pureza desse relacionamento são sentimentos mesquinhos que inundam nossas almas. Vamos ver uma história de sofrimento e luta que poderia ter sido simplificada se as irmãs não tivessem passado a vida querendo se impor, uma para a outra.
=> Nasceu um filho, qual o seu nome?
a) RUBEM: GN 29.30-32 – “O Senhor atendeu a minha aflição e por isso agora me amará o meu marido.” A esperança estava nas circunstâncias;
b) SIMEÃO: GN 29.33 – “O Senhor ouviu minha reclamação e também me deu este.” Buscou o Senhor somente para reclamar.;
c) LEVI: GN 29.34 – “Agora o meu marido vai se ajuntar comigo, porque lhe dei três filhos.” Continuou a olhar para as circunstâncias;
d) JUDÁ: GN 29.35 – “Esta vez louvarei ao Senhor!” Antes tarde do que nunca;
e) DÃ: Raquel decide apelar: GN 30.6 – “Julgou-me Deus” Outra reclamadora. Deus responde: Lamentações 3.39: “De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados.”
f) NAFTALI: Raquel apela de novo: GN 30.8 – “Lutei com minha irmã e venci!” O diabo mostra as garras;
g) GADE: Léia também apela: GN 30.11 – “Vem aí a turba” Quando irmãos entram em guerra o diabo fica à vontade e vem a confusão;
h) ASER: Leia não mede limites: GN 30.13 – “Então, disse Léia: Para minha ventura, porque as filhas me terão por bem-aventurada; e chamou o seu nome Aser.” Pobre da mulher que tenta prender o coração do homem com filhos;
i) ISSACAR (Deus me deu meu galardão) E ZEBULOM (deus me deu uma boa dádiva):GN 30.14-15 – Enquanto Raquel põe sua esperança nas mandrágoras, Leia se aproveita;
j) JOSÉ: GN 30.23 – “Ela concebeu, deu à luz um filho e disse: Deus me tirou o meu vexame.” O fruto da briga vai sofrer muito;
k) BENJAMIM: GN 35.16-19 – “Partiram de Betel, e, havendo ainda um pequeno espaço de terra para chegar a Efrata, teve um filho Raquel e teve trabalho em seu parto. E aconteceu que, tendo ela trabalho em seu parto, lhe disse a parteira: Não temas, porque também este filho terás.E aconteceu que, saindo-se-lhe a alma (porque morreu), chamou o seu nome Benoni; mas seu pai o chamou Benjamim. O fim da contenda é a morte.
CONCLUSÃO
Muita gente passa uma vida inteira diante de Deus e continua com os olhos apontados para as circunstâncias (além disso fazem das disputas pessoais o eixo central de suas vidas). Os irmãos que vieram a constituir a tribo de Israel sofreram e ainda sofrem até os dias de hoje as conseqüências da disputa, onde aprenderam a desenvolver atitudes negativas.
O que está nos faltando nos dias de hoje é um relacionamento sincero diante de Deus, onde largamos as rusgas e outros sentimentos negativos, como inveja, mágoa, rancores, ódios, ciúmes e outros, para notar que o Senhor está diante de nós esperando o nosso LOUVOR SINCERO.
Voltando ao início da mensagem, quando Jesus perguntou ao cego, a resposta foi simples. Quando Jesus argumentou com o centurião, ele disse: “pois também eu sou homem sob autoridade e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem; e ao meu criado: faze isto, e ele o faz”. – Mateus 8.9. A resposta de Jesus foi a mesma: VAI. E ele foi e teve sua oração atendida.
Hoje é dia para aqueles que precisam de uma resposta de Jesus atenderem ao chamado do Senhor que te dia VEM. E te pergunta:QUE QUERES QUE TE FAÇA?
Nossa oração é para que se abra o canal de comunicação. Você vai dizer o que quer e o Senhor vai te responder com a mesma palavra.
Família em crise? O Senhor resolve.
Saúde complicada? O Senhor cura.
Problemas financeiros? O Senhor provê.
Depressão? O Senhor renova.
Vícios? O Senhor liberta.
Sentimentos magoados? O Senhor alegra.
AMEM………….DEUS SEJA GLORIFICADO

Fonte: Clínica Alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget