terça-feira, 25 de outubro de 2011

Uma alma livre - parte III

Vimos nos estudos anteriores que uma alma livre se expressa em tudo o que faz. Uma pessoa que tem uma alma curada se expressa, fala, porque é livre. Jesus tem lhe curado apressadamente para que você se expresse cem por cento no Reino, de forma que seja uma surpresa para todos que lhe cercam. Por isso se expresse. Essa é a qualidade de uma alma plenamente curada.

Orar pelos inimigos - A Bíblia diz que além de amar devemos orar por nossos inimigos que nos perseguem (Mt 5:44). Orar pedindo de Deus graça, revelação, unção, paz para que não haja mais motivos para inimizades. É assim que uma pessoa curada age. O curado não permite que mágoa, ressentimento, lembranças ou mesmo alguém que, por ignorância fez algo para lhe prejudicar, prenda a sua vida ao passado.

Quem é nascido do espírito, vence a obra da carne. Deus nos dará o dom perdoador para que haja liberalidade em nossos corações para que amemos verdadeiramente uns aos outros. Ao lhe fazerem essa pergunta novamente, se você decidir amar os que lhe perseguem, não terá mais motivo de lembrar de alguém que lhe causou algum dano. Uma pessoa curada não permite ficar preso a uma lembrança.
Amar a si mesmo - Para amar vidas é necessário ter a habilidade de se amar primeiro, de ter uma alma organizada e renovada. Como está o nível da sua alma? Quando cumprimos os mandamentos, o Senhor organiza o nosso mundo interior.
Uma pessoa que não se ama também não ama vidas. Ora, uma pessoa que se auto-denomina que não ama a si mesma é porque tem muita coisa em seu histórico. O que faz uma pessoa se amar não é a aparência, o biotipo, o estereótipo, o fator externo, mas o que é somado na alma é que conduz ao amor ou ao aborrecimento. Há pessoas que são aparentemente bonitas e se odeiam e outras, que são aparentemente feias e se amam. Quem tem uma alma livre se ama e ama vidas.
Qual a visão que você tem de si mesmo? Isso é muito importante. As pessoas se vêem de acordo com a alma. Deus vai ampliar o conceito que você tem de si mesmo para que se alguém intentar contra sua alma tenha prazer em dizer que o seu Senhor, Yeshua Ha Mashiach, aparentemente era feio, mas mudou uma história (Is 53:2). Jesus não possuía em sua aparência beleza, mas mudou uma história. Um homem que possuía uma alma que desejamos, entrará em nós para ampliar nosso conceito e nos conduzirá ao amor por vidas.
O cuidado com a alma - Sabemos que pessoas que vivem no mesmo contexto possuem posturas diferentes e não é por causa das informações que receberam e sim por causa dos lixos que absorveram. São pessoas que só jogam lixo na alma enquanto outras vivem em meio ao lixo, mas não se contaminam, por gostarem de nobreza. São as antíteses ao ambiente.
Deus transformará a sua alma e o seu discipulador e as pessoas olharão para você e verão que você é uma pessoa de excelência e de muitas conquistas. Tome posse da grandeza do Reino de Deus. Não permita que sua alma fique perturbada. Receba o mandamento de Deus e ame as vidas.
Respeito - Precisamos nos respeitar. O respeito nos permite enxergar a nós mesmos e as pessoas de forma diferente. Tudo se torna mais compensador quando voltamos a respeitar a vida, respeitar o que fazemos e respeitar as pessoas.
Deus quer nos curar em todas as áreas. Uma alma desestressada volta a amar. A alma estressada obstrui o amor. Precisamos remover tudo o que embruteceu a alma para que voltemos a amar. Quando voltarmos a amar, ganharemos, consolidaremos, discipularemos e enviaremos uma equipe de excelência.
Deus está desestressando a nossa alma e nos batizando em amor. Somente através do amor aumentamos o nosso nível de conquista. Toda pessoa que vive de bem com a vida prospera muito mais.
Não podemos esquecer que Deus nos entregou através de Jesus o mandamento do amor: “O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos. Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas chamei-vos amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos dei a conhecer. Vós não me escolhestes a mim mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda. Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros.” (João 15:12-17)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget